Lembre-se de que não está só! Nove em cada dez mulheres passam por alguma forma de enjoo matinal, por isso é importante enfrentar o problema e falar sobre a forma de o ultrapassar.

Os enjoos matinais podem desenvolver-se 4 a 6 semanas depois do seu último período, atingindo o pico entre as 9 e as 16 semanas. Os enjoos podem surgir em qualquer altura do dia, não apenas de manhã.

Sintomas

  • Náuseas
  • Vómito ou regurgitação seca
  • Sensibilidade visual ou aos cheiros da comida

O que pode fazer?

  • Coma bolachas simples logo ao acordar
  • Experimente lavar os seus dentes mais tarde, quando a sua barriga se sentir mais tranquila
  • Petisquer hidratos de carbono ao longo do dia, contribuindo para os níveis de açúcar no sangue
  • As refeições frias podem ser mais fáceis de consumir do que as quentes
  • Beba muita água, em quantidades pequenas mas com frequência (chupe gelo picado se tiver dificuldade em beber água)
  • Evitar cintas apertadas
  • Durma e descanse. Não mantenha o mesmo horário ou nível de atividades anterior à gravidez
  • Beba chá de gengibre ou coma alimentos que contenham gengibre – o gengibre pode reduzir a náusea e o vómito em algumas mulheres, mas não em todas

A sua personalidade é única, pelo que o que funciona para uma pessoa pode não funcionar para si.Experimente coisas diferentes e não se preocupe, os enjoos matinais normais não são nocivos para a saúde do seu bebé.

Enjoos matinais anómalos

Se vomitar mais de 4 vezes por dia, ou reparar que a sua urina é mais escura, ou se começar a perder peso e tiver dificuldade em reter fluidos, deve contactar a parteira ou o médico.
Se tiver estes sintomas é provável que esteja a sofrer de um problema denominado hiperemese gravídica (HG), embora se manifeste em menos de 2% das mulheres grávidas.
A HG é grave e, se lhe suscitar preocupação, é preferível consultar de imediato a parteira ou o médico na medida em que, se o não fizer, pode estar a prejudicar a sua saúde e a do seu bebé.

Leave a Replylascia un commento