primeiros cocós que vai observar são uma substância pegajosa, de cor verde-escuro, parecida com alcatrão e de difícil remoção do rabinho do bebé.Esta substância designa-se por mecónio e é constituída por aquilo que o bebé ingeriu enquanto estava no útero materno.

Os cocós de mecónio surgem com toda a certeza nas primeiras 48 horas. Quando o bebé tem poucos dias, os cocós mudam dependendo do tipo de alimentação ser leite materno ou fórmula. Se o seu bebé for amamentado, os cocós apresentam uma tonalidade amarelada, são líquidos e sem cheiro. Se for alimentado com fórmula, os cocós são cor castanho-escuro, mais sólidos e com cheiro. Às vezes, os cocós de bebés alimentados com fórmula podem ter uma cor verde-escura, mas isto depende apenas da fórmula escolhida. Os bebés do sexo feminino, por vezes, apresentam um pequeno corrimento branco ou sangue nas primeiras fraldas. Não há motivo para preocupação, deve-se apenas ao facto de as hormonas maternas passarem através da placenta.

Observe o rabinho do seu bebé. O rabinho pode apresentar irritação pelo facto de estar sujo e húmido, pelo que deve mudar a fralda logo que possível. Não tem de colocar uma fralda nova logo de seguida; se apanhar um pouco de ar só lhe faz bem. Há no mercado muitos toalhetes de bebé diferentes, mas um pouco de algodão ou um pano húmido morno é na verdade mais macio.


Com que frequência deve o bebé fazer cocó?

Enquanto recém-nascido, pode fazr cocó logo após cada refeição se for amamentado, pelo que deve ter um bom stock destas fraldas (12 por dia não é invulgar). Se a alimentação for de fórmula, pode f até 5 vezes por dia. Por volta das 6 semanas, há uma mudança e os bebés amamentados podem ficar um par de dias sem fazer cocó. Os bebés alimentados com fórmula podem fazer cocó uma vez por dia ou até uma vez por semana quando já têm alguns meses de idade, mas o cheiro é muito mais forte do que o dos bebés amamentados. Se o bebé não fizer cocó durante alguns dias e isto for motivo para ficar preocupada com a prisão de ventre, lembre-se que desde que os cocós sejam moles não há problema.

Os cocós podem mudar de dia para dia e isso também é normal, mas há alguns pormenores que devem merecer a sua atenção:

  • cheiro dos cocós torna-se muito forte
  • Os cocós ficam muito líquidos
  • Os cocós ficam muito mais duros
  • Surge sangue
  • Palidez

Se detetar algum destes sinais, deve contactar o seu médico assistente.

O bebé tem diarreia?

A diarreia é comum entre os recém-nascidos porque ainda estão em desenvolvimento e o seu aparelho digestivo é muito sensível ao novo mundo exterior onde vivem agora. É normal que a fralda do seu bebé deixe escapar alguns cocós, sobretudo se ele for amamentado. Contudo, se deixar escapar mais do que o habitual, deve procurar os seguintes sintomas de diarreia:

  • Febre
  • Recusa do leite
  • Cada vez menos fraldas húmidas
  • Urina com cheiro intenso

Se detetar algum destes sintomas, tem de hidratar o seu bebé. Dê-lhe líquidos em abundância e consulte o médico.

Leave a Replylascia un commento