Conservar corretamente garante a higiene e a frescura dos alimentos

Nos artigos anteriores deste Especial Alimentação no Verão temos aprendido como detetar e tratar as intoxicações alimentares bem como preveni-las. No entanto, um aspeto chave e fundamental desta prevenção é a conservação adequada dos alimentos para evitar a proliferação de bactérias ou vírus.

As intoxicações acontecem quando ingerimos alimentos que contêm bactérias como a Salmonela ou o E. Coli e provocam gastroenterites ou outras infeções de estômago. Durante o verão estas patologias são um dos problemas de saúde mais recorrentes.

Muitos dos alimentos que consumimos vêm de longe mas durante todo o trajeto são submetidos a estritos controlos de saúde pública para evitar o contágio de vírus ou bactérias. No entanto, uma vez que os compramos e levamos para casa é nossa responsabilidade mantê-los com a higiene necessária.

Os nossos conselhos para uma conservação correta dos alimentos são:

  • Conservar no frigorífico a menos de 7ºC ou manter quentes a mais de 60ºC os alimentos que não se vão consumir imediatamente.
  • É completamente desaconselhável congelar de novo os alimentos. Se o quiser fazer terá que os cozinhar previamente.
  • Congele o peixeque vai consumir crus ou pouco cozinhados a uma temperatura inferior a 20ºC abaixo de zero durante pelo menos 24 horas.
  • Evitar que entrem em contacto com os alimentos cruz e cozinhados para evitar que o cru contamine o que se esterilizou através do cozinhado. Deve evitar guarda-los juntos e utilizar os mesmos utensílios ou pratos sem os lavar previamente.
  • Não interromper a corrente de frio. Quando for ao supermercado, escolha os produtos congelados ou refrigerados no final e se poder guarde-os numa bolsa térmica à parte. Ao chegar a casa guarde estes alimentos em primeiro lugar.
  • A congelação não elimina as bactérias. Se vai consumir frutas ou vegetais congelados deve lavá-los antes.

Conselhos de colocação no frigorífico

  • É importante a maneira como se colocam os alimentos no frigorífico para garantir a sua correta conservação. Ainda que coloquemos o frigorífico nos 7º C, pode variar segundo a zona do mesmo.
  • A prateleira superior é a zona mais friae aí devemos colocar os enchidos, lácteos, alimentos já cozinhados e as embalagens fechadas.
  • Os alimentos crus, como peixe e carne, devem ser colocados nas prateleiras centrais.
  • Na bandeja inferior, que tem mais temperatura, podemos colocar as frutas e os legumes.

Conselhos de conservação

Uma conservação correta depende do tempo que vai decorrer até consumirmos os alimentos. Em termos gerais podemos conservar de duas formas:

  • Embalado a vácuo,  quando vamos consumir os alimentos nos próximos dias ou no prazo de uma semana.

Permite-nos manter os alimentos frescos durante mais tempo estando já cozinhados ou crus. Ao eliminar o oxigénio da embalagem, evita que os microrganismos se desenvolvam.

Para além disso poderá organizar-se e poupar tempo já que pode preparar comida e posteriormente embala-las no vácuo e coloca-las no frigorífico. Desta maneira quando os vai consumir estarão como se tivessem sido acabados de fazer.

  • Congelar, se pretendemos fazer uso dos alimentos mais tarde.

É importante embalar bem os alimentos indicando a data e as porções para os ir utilizando conforme precise.

Para descongelar é preciso faze-lo no micro-ondas utilizando a função “defrost” ou deixando-os durante 24h. na prateleira inferior do frigorífico.

Os legumes congelados podem incorporar-se diretamente na panela para cozerem.

Compartilhe com seus amigos!

Leave a Replylascia un commento